Bossa Nova na Web: Entrevista – Ocasiões para se tocar e ouvir Bossa Nova

Por Clara Albuquerque
DRT/PE 4916

O Bossa Nova na Web traz, hoje, uma entrevista com o músico Newton Banks Jr. sobre ocasiões para se ouvir Bossa Nova. A escolha do tema veio de um detalhe, divulgado na mídia digital, a respeito da corrida São Silvestre 2013, onde o repertório escolhido para tranquilizar os competidores, antes do início do evento, foi a Bossa. Confira a opinião de Newton sobre isso.

DSC00113Na última corrida de São Silvestre foi divulgado que, duas horas antes da corrida, prevista para as 9h, muitos corredores já esperavam ansiosos. Então, caixas de som espalhados pela rua tocavam o repertório Bossa Nova para tranquiliza-los. O que você acha disso? A música é um relaxante natural, tanto é que, na faculdade, há uma cadeira chamada musicoterapia, muito usada no tratamento de pessoas com depressão e problemas afins. Os terapeutas ocupacionais utilizam-se muito, principalmente da música instrumental e erudita para desenvolver esse seu trabalho pautado em música, em trechos musicais onde o paciente, a medida que vai fazendo o seu tratamento, vai evoluindo e ouvindo essas músicas. Existe um caráter científico, já comprovado de que a música atua como terapia nesse tipo de tratamento. Então a boa música é um grande relaxante, um calmante.

Para você, que efeitos o repertório bossanovista pode despertar num ouvinte? Para o leigo, a não ser que seja uma pessoa que não vivenciou a Bossa Nova, na sua época, mas tenha uma formação musical, é um pouco difícil interpretar a Bossa e compreender. Mas para os que viveram é saudosista. É um movimento que já se foi e não aparecem compositores que façam uma música pelo menos parecida. Se a pessoa tiver o mínimo de conhecimento musical, vai poder entender a formação dos acordes, a riqueza harmônica, melódica e ter uma interpretação favorável a toda construção técnica e poética da música. Também, funciona a análise do conjunto: poesia, melodia, harmonia. Transmite uma sensação boa, uma interpretação espiritual muito boa.

Você acha o repertório da Bossa Nova apto para tocar em qualquer ocasião? Por quê? Não, eu entendo que a Bossa Nova foi um movimento muito singular e não se encaixa em qualquer ocasião. Seria interessante ser tocado em recitais, saraus ou encontros intimistas, informais por se tratar de uma música muito detalhada e de pouca divulgação na mídia. Então, não é uma música para ser tocada em qualquer ocasião, muito pelo contrario, em ocasiões super especiais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s