Bossa Nova na Web: Som Brasil – Bossa Nova

Por Clara Albuquerque - DRT/PE 4916

Olha só o que achamos na rede: o programa Som Brasil sobre a Bossa Nova na íntegra! São quarenta e dois minutos que valem a pena serem apreciados enquanto você está nos seus afazeres. Com apresentação da atriz Patrícia Pilar, o programa faz uma abertura contextualizada sobre o surgimento da Bossa Nova. Os convidados deram um toque contemporâneo ao repertório da Bossa, são eles: Georgeana Bonow, Celso Fonseca, Tibless e Roberto Menescal, compositor atuante do movimento. Roberto traz as cantoras Andrea Amorim, Cris Delanno, Daíra Sabóia e o grupo Bebossa para sua apresentação. Entre as músicas tocadas, destacamos Rio, Ela é carioca, O pato, Garota de Ipanema, Desafinado, O barquinho, Só tinha de ser com você, Sambou Sambou, Balanço Zona Sul e Eu e a brisa. A cantora Alaíde Costa fecha o programa se apresentando com Celso e canta Onde está você.

Abaixo, o vídeo para sua apreciação. Confira!

Bossa Nova na Web: A Bossa no carnaval 2014

Por Clara Albuquerque
DRT/PE 4916

dsc00104_.jpgEm uma pesquisa na Web, descobrimos a Bossa Nova sendo tocada durante o último carnaval, acredita? Fizemos duas perguntas ao violonista Newton Banks Jr., idealizador do projeto que dá nome a este blog, para saber a sua opinião a respeito. Confira!

Blog: Através de uma pesquisa na internet, descobrimos que o Bar +55, que fica em Curitiba, fez uma programação diferente para o carnaval. Através das atrações DJ Murillo Mongelo e Schasko, o bar levou jazz, MPB e Bossa Nova ao público em uma época festiva em que esses estilos não são tão comuns. O que você acha disso?

Newton: Toda forma de divulgação da Bossa será válida. Muito boa a iniciativa do DJ, todavia, prefiro um banquinho e um violão (risos).

Blog: Para você, o repertório da Bossa Nova são músicas para se ouvir o ano inteiro?

Newton: Infelizmente, a boa música não é veiculada nos meios de comunicação. Porém, a Bossa, em si, deveria, sim, ser tocada o ano inteiro, com certeza!

Bossa Nova na Web: Músicas mais famosas

Por Clara Albuquerque
DRT/PE 4916

O Bossa Nova na Web traz, no post de hoje, um artigo, disponível no Youtube, do Portal Zun, sobre a história da Bossa Nova. São cinco minutos que valem a pena serem dedicados a conhecer ou relembrar este movimento musical tão importante para o nosso país e lembrado mesmo após, aproximadamente, três décadas de seu surgimento.

Lá, você apreciará curiosidades interessantíssimas sobre o gênero, como o primeiro a usar o termo bossa em música, o compositor Noel Rosa, o sucesso de Garota de Ipanema, composição de Tom Jobim e Vinicius de Moraes considerada uma das 50 obras musicais da humanidade, além dos compositores e artistas mais atuantes na bossa e as músicas mais lembradas, como Samba do Avião e Águas de Março. Assista e você não se arrependerá! Abraços.

Bossa Nova na Web: Entrevista – Ocasiões para se tocar e ouvir Bossa Nova

Por Clara Albuquerque
DRT/PE 4916

O Bossa Nova na Web traz, hoje, uma entrevista com o músico Newton Banks Jr. sobre ocasiões para se ouvir Bossa Nova. A escolha do tema veio de um detalhe, divulgado na mídia digital, a respeito da corrida São Silvestre 2013, onde o repertório escolhido para tranquilizar os competidores, antes do início do evento, foi a Bossa. Confira a opinião de Newton sobre isso.

DSC00113Na última corrida de São Silvestre foi divulgado que, duas horas antes da corrida, prevista para as 9h, muitos corredores já esperavam ansiosos. Então, caixas de som espalhados pela rua tocavam o repertório Bossa Nova para tranquiliza-los. O que você acha disso? A música é um relaxante natural, tanto é que, na faculdade, há uma cadeira chamada musicoterapia, muito usada no tratamento de pessoas com depressão e problemas afins. Os terapeutas ocupacionais utilizam-se muito, principalmente da música instrumental e erudita para desenvolver esse seu trabalho pautado em música, em trechos musicais onde o paciente, a medida que vai fazendo o seu tratamento, vai evoluindo e ouvindo essas músicas. Existe um caráter científico, já comprovado de que a música atua como terapia nesse tipo de tratamento. Então a boa música é um grande relaxante, um calmante.

Para você, que efeitos o repertório bossanovista pode despertar num ouvinte? Para o leigo, a não ser que seja uma pessoa que não vivenciou a Bossa Nova, na sua época, mas tenha uma formação musical, é um pouco difícil interpretar a Bossa e compreender. Mas para os que viveram é saudosista. É um movimento que já se foi e não aparecem compositores que façam uma música pelo menos parecida. Se a pessoa tiver o mínimo de conhecimento musical, vai poder entender a formação dos acordes, a riqueza harmônica, melódica e ter uma interpretação favorável a toda construção técnica e poética da música. Também, funciona a análise do conjunto: poesia, melodia, harmonia. Transmite uma sensação boa, uma interpretação espiritual muito boa.

Você acha o repertório da Bossa Nova apto para tocar em qualquer ocasião? Por quê? Não, eu entendo que a Bossa Nova foi um movimento muito singular e não se encaixa em qualquer ocasião. Seria interessante ser tocado em recitais, saraus ou encontros intimistas, informais por se tratar de uma música muito detalhada e de pouca divulgação na mídia. Então, não é uma música para ser tocada em qualquer ocasião, muito pelo contrario, em ocasiões super especiais.

Bossa Nova na Web: Orfeu Negro

Por Clara Albuquerque

DRT/PE 4916

O filme Orfeu Negro é um dos desdobramentos do início da Bossa Nova. Digo isso porque, não fosse o Orfeu da Conceição, peça de teatro que inspirou o longa, a parceria entre Vinicius e Tom não teria acontecido. Foi, justamente, procurando alguém para musicar sua peça que Vinicius de Moraes chegou até Tom Jobim. Tempos depois, a peça se transformaria num filme com adaptação de Marcel Camus e Jacques Viot e trilha sonora desenvolvida por Tom Jobim e Luiz Bonfá. Conta com duas músicas memoráveis: A felicidade e Manhã de Carnaval.

Quem se interessa pela biografia de Vinicius e Tom deve assistir a esse filme. Ele meio que nos aproxima daquele sonho de Vinicius de ver um projeto realizado. A inspiração veio da mitologia grega. Orfeu e Eurídice eram um casal apaixonado que foi separado pela morte dela. Desesperado, Orfeu vai até o vale da morte para recuperar sua amada e ela lhe é devolvida sob a condição de ele não olhar para trás até voltar ao mundo dos vivos. Porém, ele não consegue cumprir com o acordo e, por isso, nunca mais a verá. Vinicius criou um Orfeu e uma Eurídice brasileiros e a história se desenrola no carnaval.

Os enquadramentos, movimentos de câmera e luz (até mesmo o roteiro) são limitados em comparação ao tanto que o cinema cresceu mas vale a pena aproximar-se dessas sementes da Bossa Nova. É por isso que o Bossa Nova na Web trouxe, para você, o filme na íntegra diretamente do Youtube. Confira!