Bossa Nova na Web: Orfeu Negro

Por Clara Albuquerque

DRT/PE 4916

O filme Orfeu Negro é um dos desdobramentos do início da Bossa Nova. Digo isso porque, não fosse o Orfeu da Conceição, peça de teatro que inspirou o longa, a parceria entre Vinicius e Tom não teria acontecido. Foi, justamente, procurando alguém para musicar sua peça que Vinicius de Moraes chegou até Tom Jobim. Tempos depois, a peça se transformaria num filme com adaptação de Marcel Camus e Jacques Viot e trilha sonora desenvolvida por Tom Jobim e Luiz Bonfá. Conta com duas músicas memoráveis: A felicidade e Manhã de Carnaval.

Quem se interessa pela biografia de Vinicius e Tom deve assistir a esse filme. Ele meio que nos aproxima daquele sonho de Vinicius de ver um projeto realizado. A inspiração veio da mitologia grega. Orfeu e Eurídice eram um casal apaixonado que foi separado pela morte dela. Desesperado, Orfeu vai até o vale da morte para recuperar sua amada e ela lhe é devolvida sob a condição de ele não olhar para trás até voltar ao mundo dos vivos. Porém, ele não consegue cumprir com o acordo e, por isso, nunca mais a verá. Vinicius criou um Orfeu e uma Eurídice brasileiros e a história se desenrola no carnaval.

Os enquadramentos, movimentos de câmera e luz (até mesmo o roteiro) são limitados em comparação ao tanto que o cinema cresceu mas vale a pena aproximar-se dessas sementes da Bossa Nova. É por isso que o Bossa Nova na Web trouxe, para você, o filme na íntegra diretamente do Youtube. Confira!

Anúncios