Enquete: A mídia tem dado o espaço que a MPB merece?

Por Clara Albuquerque DRT/PE 4916

Pen writing a cross in the box.No mês de maio, são comemoradas datas significativas para a comunicação e para a cultura que muita gente, ainda, não conhece. É o caso do último dia 3, onde se comemorou o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa. No dia 17, será comemorado o Dia Mundial das Comunicações e, também, o Dia Mundial da Internet. Em 21 de maio, comemoramos o Dia Mundial para o Desenvolvimento Cultural e, no dia 23, o Dia Mundial da Comunicação Social.

Por gerarmos conteúdo, diretamente, ligado à MPB e à Bossa Nova, o blog quer saber de você:

 A mídia tem dado o espaço que a MPB merece?

 Vote no box, à sua direita, na nossa home e participe da nossa pesquisa!

Abraços e boa música!

Anúncios

5 perguntas sobre Danilo Caymmi

Por Clara Albuquerque
DRT/PE 4916

O 5 perguntas de hoje traz cinco respostas sobre Danilo Caymmi. Confira!

Foto AtrizQuem é? Instrumentista, compositor e cantor. Sua brilhante carreira, pautada em participações em bandas de renome, como a de Tom Jobim, e em composições de grande sucesso, inclusive para novelas e minisséries televisivas, inicia-se na influência que teve de seu pai, o Dorival Caymmi.

Do que abusa, tecnicamente? Tem uma ligação muito forte com seus instrumentos, flauta e violão, os quais começou a tocar bem cedo e foi a partir deles que buscou o conhecimento de teoria musical tendo estudado com professores particulares.

Do que mais se influencia? Sua família é, inteiramente, musical. Além de ser filho do compositor Dorival Caymmi e da cantora Stela Maris, é irmão de Nana Caymmi (cantora) e de Dori Caymmi (instrumentista, compositor, arranjador e cantor), de onde vieram suas maiores influências.

Quais as composições mais lembradas? Andança (com Edmundo Souto e Paulinho Tapajós), interpretada por Beth Carvalho é, sem dúvida, a mais lembrada. Essa música conquistou o terceiro lugar no II Festival Internacional da Canção Popular. Também, outras como O bem e o mal, Casaco Marrom (com Renato Corrêa e Gutemberg Guarabyra), Ponta negra (com João Carlos Pádua) e Serra do mar (com Ronaldo Bastos).

O que a sua música representa para a MPB? É um dos grandes nomes que perpetuam a Música Popular Brasileira com músicas bem escritas tanto em melodias como nas letras.

Fontes:

Danilo Caymmi. Disponível em: http://cifrantiga2.blogspot.com.br/2007/07/danilo-caymmi.html. Acesso em 8 de março de 2014.

Danilo Caymmi. Disponível em: http://www.dicionariompb.com.br/danilo-caymmi. Acesso em 8 de março de 2014.

5 perguntas sobre: Chico Buarque de Holanda

Por Clara Albuquerque
DRT/PE 4916

especial50_4Quem é? Um dos maiores nomes da Música Popular Brasileira. Compositor de músicas memoráveis e impecáveis em poesia e melodia. Ainda bem jovem, foi um dos parceiros de Vinicius de Moraes.

Do que abusa, tecnicamente? Sua música tem muitos elementos do samba e da bossa nova. Também, traços do samba-canção bolero. Suas melodias possuem requinte e estão, intimamente, ligadas às letras em um trabalho métrico invejável.

Do que mais se influencia? Para a construção de suas músicas, ele tinha o cenário urbano do Rio de Janeiro, ao qual sempre fez parte. Fala de malandros, de bêbados, de mulheres traídas, de prostitutas. Depois, o cenário político brasileiro, em especial a ditadura militar, levaria a compor bastante. Sempre foi um compositor que buscou retratar o povo brasileiro. É da época em que o rock internacional explodia com Elvis Presley, mas também escutava os sambas de Noel Rosa. Influenciou-se muito da Bossa Nova.

Quais as composições mais lembradas? São muitas, mas podemos citar Teresinha, Cálice, Apesar de você, Atrás da porta, O meu amor, Construção e Morena de Angola.

O que a sua música representa para a MPB? Uma forte atuação em protesto contra a ditadura militar, uma beleza genial com letras de um significado muito próximo e identificável com o universo da mulher.

Fonte: Chico Buarque. Disponível em: http://cifrantiga3.blogspot.com.br/2006/04/chico-buarque.html. Acesso em 9 de fevereiro de 2014.

5 perguntas sobre: Garoto

Por Clara Albuquerque
DRT/PE 4916

15012014-GarotoNo Dia Mundial do Compositor, o 5 perguntas parabeniza a todos os compositores e traz cinco respostas sobre o compositor Garoto.

Quem foi? Seu nome era Aníbal Augusto Sardinha (1915-1955). Instrumentista e compositor nascido em São Paulo. Veio de uma família de músicos. Aos 11 anos, já participava do grupo Regional Irmãos Armani juntamente ao seu irmão. Nessa época, ficou conhecido por Moleque do Banjo, instrumento que tocava no grupo. Mais tarde, já integrando o Conjunto Regional com Jaime Redondo, Aimoré, Atílio Grani, Pingo e Petit (Hudson Gaia), mudou seu apelido para Garoto.

Do que abusava, tecnicamente? Ele teve formação no violão clássico com um dos principais professores de São Paulo, Atilio Bernardini. Tinha uma técnica de usar o dedo polegar como palheta.

Do que mais se influenciou? Principalmente na época em que tocou com Carmen Miranda e viajou, com ela, em turnê, para os Estados Unidos, se influenciou pelo jazz e presenciou lançamentos de alguns criadores do bebop na mídia como Charlie Parker e Dizzy Gillespie.

Quais as composições mais lembradas? Lamento do Morro, Gente Humilde (futuramente letrada por Vinicius de Moraes e Chico Buarque), São Paulo Quatrocentão, Amoroso (com Luís Bittencourt, Estranho amor (com David Nasser), Sorriu para mim (com Iraci de Abreu de Medeiros Rosa) e Duas contas.

O que a sua música representou para a MPB? É um compositor, sempre, lembrado quando se fala de MPB. Tinha um talento ímpar e imprimia isso em suas obras, especialmente por ter tido o domínio sob vários instrumentos e escrever arranjos para todos eles. Foi um dos maiores violonistas no Brasil.

Fontes:

Garoto – Formação. Disponível em: http://musicosdobrasil.com.br/garoto. Acesso em 15 de janeiro de 2014.

Garoto. Disponível em: http://cifrantiga3.blogspot.com.br/2006/04/garoto.html. Acesso em 15 de janeiro de 2014.